Sistemas Construtivos em Madeira: as diferenças entre – MLC, NLT, CLT e Wood Frame

Sistemas Construtivos em Madeira: as diferenças entre – MLC, NLT, CLT e Wood Frame

Com o desenvolvimento crescente da construção civil com madeira, torna-se importante o conhecimento sobre os sistemas construtivos em madeira existentes e suas devidas aplicações, para atender as novas propostas do mercado.

Hoje, no Brasil, existem quatro soluções provenientes da madeira engenheirada – um modelo de construção inovador, pré-fabricado e sustentável.

Sendo elas, Glued Laminated Timber ou Madeira Laminada Colada (MLC); Nail Laminated Timber ou Madeira Laminada Pregada (NLT); Cross Laminated Timber ou Madeira Laminada Cruzada (CLT) e Wood Frame.

Conhecendo os Sistemas Construtivos em Madeira

MLC – Madeira Laminada Colada

O MLC consiste basicamente na colagem de lamelas paralelas entre si, que proporciona ao material alta resistência e uma infinidade de tamanhos, seções e formas.

Fonte: WoodWorks and Think Wood.

Isso permite que o MLC, como sistema construtivo em madeira, seja utilizado em projetos estruturais para os sistemas de pilares e vigas, como foi aplicado, por exemplo, no esqueleto estrutural do primeiro prédio de madeira do Brasil, onde funciona a loja da Dengo Chocolates, situado na cidade de São Paulo.

Fonte: Projeto: Dengo – Fran Parente
Fonte: Projeto: Dengo – Fran Parente

NLT – Nail Laminated Timber ou Madeira Laminada Pregada

O NLT é desenvolvido a partir de lamelas unidirecionais empilhadas e conectadas por pregos, revestido em sua parte superior com placa OSB (Oriented Strand Board), que estabelece uma membrana estrutural para o material.

Fonte: WoodWorks and Think Wood.

Usualmente, vemos sua aplicação também em sistemas estruturais, porém, atuando como lajes ou paredes.

Apresenta em seus detalhes frisos entre as lamelas, se assemelhando ao forro, viabilizando também uma aplicação estética nos projetos.

Sistemas Construtivos em Madeira: as diferenças entre – MLC, NLT, CLT e Wood Frame

Wood Frame

As paredes de Wood Frame são compostas por montantes de madeira, responsáveis pela resistência estrutural do produto, preenchidos com isolantes térmicos e contraventados por placas OSB. Em sua camada externa recebe também uma manta hidrófuga para impermeabilização e a placa cimentícia, que veda o material e permite revestimentos finais.

Sistemas Construtivos em Madeira: as diferenças entre – MLC, NLT, CLT e Wood Frame

Esse sistema é utilizado em paredes, tanto estruturais como de fechamentos, e possibilita compatibilização, em seu interior com rede elétrica e hidráulica.

CLT – Cross Laminated Timber ou Madeira Laminada Cruzada

Por fim, o sistema construtivo em madeira CLT, um painel estrutural produzido a partir da colagem entre lamelas orientadas perpendicularmente à anterior, resultando ao produto alta rigidez estrutural, estabilidade, durabilidade, leveza e maior alcance de placas com grandes dimensões.

Sistemas Construtivos em Madeira: as diferenças entre – MLC, NLT, CLT e Wood Frame


É um produto altamente competitivo no mercado em relação aos produtos convencionais devido à sua versatilidade em aplicar grandes dimensões de placas. Seu uso em projetos compõe estruturalmente paredes e lajes, com a diferença de oferecer superfícies lisas, quer dizer sem frisos como o NLT.

Sistemas Construtivos em Madeira: as diferenças entre – MLC, NLT, CLT e Wood Frame

Fonte: https://www.archdaily.com.br/br/893433/madeira-laminada-cruzada-o-que-e-e-como-utiliza-la

Agora que você já sabe mais sobre o assunto, acesse os nossos Cases aqui e conheça melhor os projetos citados nesse artigo, assim você entenderá a aplicação dos diversos sistemas construtivos em madeira.

Ana Antunes
Ana Antunes
Engenheira Industrial Madeireira atua como Projetista de Concepção Estrutural na Rewood.
Open chat